7 bilionários australianos para se inspirar

A Austrália surgiu na mídia nos diais atuais por ser o único país sem recessão há 29 anos. No entanto, a Covid-19 também a derrubou. De todo modo, a partir da informação, nos surgiu uma curiosidade, que também pode ser a sua curiosidade: quem são os ricos da Austrália?

ANÚNCIO

O “país da sorte”, como ficou chamado em 1960, tem um resultado único no mundo. A última queda do PIB foi em 1991. Com a pandemia, porém, a taxa de desemprego dobrou para 10% em alguns meses e isso deve dar um recuo de mais de 6% no PIB do país.

7 bilionários australianos para se inspirar
Foto: (reprodução/internet)

Onde fica a Austrália

Para quem não é de lá, como sul-americanos, europeus e até mesmo asiáticos e africanos, a Austrália é um país muito diferente e até mesmo exótico. Saiba que compreende um continente que é formado por várias ilhas, como a da Tasmânia.

ANÚNCIO
7 bilionários australianos para se inspirar
Foto: (reprodução/internet)

É o maior país da Oceania e o 6º maior país do mundo. Tem uma população de 26 milhões de pessoas, sendo altamente urbanizada. A maior cidade é Syndey e há outros centros metropolitanos, como Melbourne, Brisbane, Perth e Adelaide. 

Os australianos indígenas estavam por lá há mais de 65 mil anos quando chegaram os exploradores holandeses, que chamaram o lugar de Nova Holanda. É considerado o continente habitado mais antigo, sendo que há uma grande variedade de paisagens e climas.

ANÚNCIO

A economia australiana

Para quem não está habituado a ler sobre esse país, considere que eles possuem uma das maiores economias do mundo. O forte é o setor industrial, que se intensificou nos últimos tempos, após a Segunda Guerra Mundial.

7 bilionários australianos para se inspirar
Foto: (reprodução/internet)

O setor agrário tem papel importante também, sendo que a agropecuária está ligada a criação de ovinos, sendo que eles são os maiores produtores de lã do mundo. A agricultura é moderna e eles conseguem ter muitos cereais, cana-de-açúcar e frutas.

O país faz parte da Apec – Cooperação Econômica Ásia-Pacífico. Que agrupam países que mantém boas relações comerciais com o continente, assim como Japão, Coréia do Sul e Estados Unidos.

7 - Gretel Packer (US$ 2,30 bilhões)

Agora temos aqui uma investidora, filantropa e bilionária da Austrália. Ela nasceu em 1965 em Sydney e tem o prêmio de Membro da Ordem da Austrália. É filha de Kerry Packer, que é um magnata da mídia. E filha de Roslyn Parcker. Sendo neta de Sir Frank Packer.

7 bilionários australianos para se inspirar
Foto: (reprodução/internet)

Ou seja, com a morte do pai, ela ficou com a gestão de bilhões de dólares, junto com o irmão, James. Os investimentos principais eram da Crown Resorts. Conforme a informação da Financial Review Rich List de 2021, ela tinha US$ 2,30 bilhões.

Ela também é a atual vice-presidente da Art Gallery of New South Wales e da Sydney Theatre Company Foundation e da Taronga Zoo Conservation Science Initiative, o que prova todo papel humanitário e social que ela pratica. Já foi diretora do Royal Hospital for Women.

James Packer

Vale mencionar que James Packer é o irmão da Gretel e também sempre aparece na lista de bilionários da Austrália. O fato é que não se tem ao certo o valor do patrimônio dele.

7 bilionários australianos para se inspirar
Foto: (reprodução/internet)

Mas, alguns estudos indicam que seja maior do que a irmã, Gretel, podendo passar dos US$ 5,7 bilhões.

6 - Frank Lowy (US$ 6,5 bilhões)

Nascido em 1930 em Fifakovo (Eslováquia), o Frank mora em Sidney atualmente, na Austrália. Ele é um empresário, banqueiro e mercador. Conhecido por somar prêmios como Knight Bachelor, Medalha do Centenário e Companheiro da Ordem da Austrália.

7 bilionários australianos para se inspirar
Foto: (reprodução/internet)

O mais curioso é que é um homem multicultural, sendo que nasceu na Eslováquia, mas é considerado australiano-israelense de origem judaica. Foi presidente da Westfield Corporation, um conglomerado de shopping centers que fica nos Estados Unidos e Europa.

Na infância, foi forçado a morar na Hungria, já que o mundo passava pela Segunda Guerra Mundial. Caminhou até a França e foi rumo à Palestina. Foi preso no caminho e internado em um campo de detenção em Chipre. Lutou na Guerra Árabe-Israelense em 1948.

5 - Clive Palmer (US$ 13,01 bilhões)

Ele é de 1954. Nasceu no Queensland, na própria Austrália. Atua no ramo da mineralogia e prospecção de recursos naturais. EM 2012, ficou famoso por começar um trabalho sobre uma réplica do RMS Titanic, chamado de Titanic II.

7 bilionários australianos para se inspirar
Foto: (reprodução/internet)

E também anunciou que vai fazer o maior Parque dos Dinossauros do mundo, lá na Austrália. Também tem cargo político e o prêmio de Tesouro Vivo Nacional Australiano. É dono de muitas empresas e chegou a comprar um clube de futebol, o Gold Coast United.

Sempre está na lista dos mais ricos da Austrália e atualmente ocupa o cargo com US$ 13 bilhões. O curioso é que esse é o maior valor que ele já possuiu na vida, considerando que em 2016 tinha pouco mais do que 500 milhões na conta bancária. 

4 - Harry Triguboff (US$ 17,27 bilhões)

É um empreendedor que atua no setor imobiliário australiano. Ele é de março de 1933 e mora em Sydney. Além disso, o fato curioso é que o seu nascimento foi em Dailan, na China e ele é um judeu assumido. Formou na Universidade de Leeds e é Oficial da Ordem da Austrália. 

7 bilionários australianos para se inspirar
Foto: (reprodução/internet)

Sempre é citado como uma das pessoas mais ricas da Austrália, sendo o fundador diretor administrativo da Meriton. Por isso, é chamado de “Harry Arranha-Céus”. É filho de construtor e judeus russos que fugiram da China com a ascensão de Lenin.

Ele foi para a Austrália e estudou na Scots College, em Sydney. Depois, se formou na Universidade de Leeds, na Inglaterra. E começou a trabalhar em empresas do setor têxtil em Israel e na África do Sul. Em 2021, foi considerado o 6º mais rico da Austrália.

3 - Anthony Pratt (US$ 20,09 bilhões)

Nascido em Melbourne e estudante da Universidade Monash, o australiano é um dos nomes mais fortes da Austrália. Ele nasceu em abril de 1960 e é um empresário bem-sucedido que já acumulou o seu bilhão de dólares.

7 bilionários australianos para se inspirar
Foto: (reprodução/internet)

Atualmente, é o presidente executivo da Visy Industries e da Pratt Industries na América. Para quem nunca ouviu falar dessas empresas, considere que elas são ligadas a embalagens e papéis, sendo que exporta para o mundo todo.

Pratt é filho de Richard Pratt, que foi um magnata australiano da mesma indústria e o presidente do clube de futebol, o Carlton. Também é filho de Jeanne Pratt, conhecida por ser uma filantropa australiana. É considerado o 4º homem mais rico da Austrália hoje.

2 - Rupert Murdoch (21,9 bilhões)

Curiosamente, esse é um dos nomes mais conhecidos dessa lista. Nascido em 1931 em Melbourne, Rupert é um empresário australiano-americano, sendo acionista principal da News Corporation, um grupo midiático de grande sucesso. 

7 bilionários australianos para se inspirar
Foto: (reprodução/internet)

É filho de Sir Keith Murdoch e de Elisabeth Murdoch. Portanto, tem ascendência inglesa, irlandesa e escocesa. Os pais foram para Melbourne e se tornaram magnatas locais. Após a morte do pai, quando ele tinha 21 anos, regressou para Oxford para cuidar dos negócios. 

Recentemente, em 2011, foi alvo de escândalos devido ao fato de usar escutas telefônicas na realeza e de celebridades para ter notícias, o que viola o direito à privacidade. Em 2012, ele renunciou ao cargo de diretor da News International. 

1 - Gina Rinehart (US$ 31,06 bilhões)

O nome completo dela é Georgina Hope Hancock. Atualmente, ela ocupa o cargo da presidência do grupo Hancock Prospecting e tem uma fortuna bem atraente. Nascida em 1954 em Perth, ela já foi conhecida por ser a mulher mais rica do mundo. 

7 bilionários australianos para se inspirar
Foto: (reprodução/internet)

Hoje, detém o título de pessoa mais rica da Austrália. Ela é chamada também de magnata da mineração australiana, sendo que a fortuna veio da família, através do pai, Lang Hancock. Gina estudou na Escola Anglicana para Meninas de St. Hilda e na Universidade de Sydney. 

É filha única de Lang, que morreu em 1992 e deixou a herança para ela, que teve o seu mérito ao transformar a empresa que passava por dificuldades financeiras na maior empresa privada do pais e uma das maiores mineradoras do mundo. 

Bônus: Mark Webber

Se você não entende muito do país, mas gosta de automobilismo deve saber quem é Mark Webber, certo? Ele é um piloto de fórmula 1 que foi considerado o esportista mais bem pago do país há alguns anos. 

7 bilionários australianos para se inspirar
Foto: (reprodução/internet)

Atualmente, ele divide o pódio com outras personalidades do esporte, como o golfista Greg Norman e o jogador de basquete da NBL, Andrew Bogut. A lista ainda cita o piloto de motocross Chad Reed, o da Moto GP Casey Stoner e o jogador de futebol Tim Cahill.

A aposentadoria na Austrália

Curiosamente, saiba que ainda em termos financeiros, a Austrália tem o que é chamado de Superannuation, uma espécie de aposentadoria que é obrigatória para todas as pessoas que trabalham e residem lá. O saldo é como um fluxo de caixa para sobrevivência.

O governo define uma porcentagem a partir da renda dos funcionários que de ser paga na super conta. A taxa era de 9% e deve chegar a 12% em 2027 conforme anúncios do governo. Isso tudo porque até 1976, a aposentadoria vinha de movimentos sindicais.