Essas são as 10 invenções mais caras do mundo

A verdade é que não é um trabalho nada fácil a gente considerar quais foram as invenções mais caras do mundo porque muitas delas não possuem um valor de mercado, por exemplo. No entanto, algumas ideias simples renderam milhões de dólares aos inventores.

ANÚNCIO

Por isso, fomos atrás essas invenções simples, que resultaram em muito dinheiro. Aliás, se elas não são as mais caras do mundo, com certeza, estão próximas desse ponto. O começo vai ser algo como “só isso”, mas os valores passam dos bilhões de dólares, o que espanta qualquer um.

Essas são as 10 invenções mais caras do mundo
Foto: (reprodução/internet)

10 - Garrafa Invertida (US$ 14 milhões)

O valor de US$ 14 milhões não representa a ideia toda, mas é o valor que a ideia foi vendida em 1995. E vamos explicar melhor isso.

ANÚNCIO
Essas são as 10 invenções mais caras do mundo
Foto: (reprodução/internet)

Ficar batendo o tubo de maionese ou ketchup ou mostarda para que o conteúdo saia é ridículo e chato, concorda? Paul Brown também achava e criou a sua invenção em 1991. Assim, a ideia é a de ter uma garrafa que fosse mais inteligente do que isso.

Ele vendeu o conceito para a Nasa, marcas de xampus e para a Heinz, que é aquela marca famosa de ketchups. O resultado é que a invenção se tornou tão popular que ele vendeu a sua empresa e todos os direitos em 1995 por US$ 14 milhões.

ANÚNCIO

9 - Pet Rock (US$ 15 milhões)

O criador foi Gary Dahl. E ele teve um lucro estimado em US$ 15 milhões apenas nos primeiros seis meses do seu lançamento. Bom, se você não sabe, a gente explica. A Pet Rock é uma pedra de estimação. É isso mesmo, amigo: uma pedra de estimação.

Essas são as 10 invenções mais caras do mundo
Foto: (reprodução/internet)

A ideia é banal, certo? Porém, Gary ficou bem rico com isso. O executivo da área de publicidade descobriu uma forma de vender as pedras de forma lucrativa: ela vinha em um ninho de feno e com manual de treinamento.

O custo era de US$ 3,95 dólares e o lucro era de US$ 3 por unidade. Ou seja, se você ficar uma conta rápida vai ver que o Gary foi um dos sortudos das “ideias simples que valem muito”.

8 - Bambolê (US$ 50 milhões)

O bambolê foi uma baita invenção também. Porém, saiba que não tem valor estimado realista. Mas, tem quem fale em US$ 50 milhões. Isso porque o brinquedo era vendido a US$ 2 e foi um sucesso de vendas, com 25 milhões de peças vendidas.

Essas são as 10 invenções mais caras do mundo
Foto: (reprodução/internet)

O nome por trás, dessa vez, é de Arthur Melin, que junto com o parceiro Richard Knerr passeava pelas ruas da Austrália e viu crianças brincando com círculos feitos de bambu. A partir daí veio a ideia. E há registros desse tipo de brinquedo há mais de 3 mil anos.

7 - Wacky Wall Walker (US$ 80 milhões)

O nome pode soar estranho para você. Só que considere que estamos falando daquele brinquedo que parece andar pelas paredes, sabe? E vamos contar a história toda que fez o Ken Hakuta ficar milionário.

Essas são as 10 invenções mais caras do mundo
Foto: (reprodução/internet)

Ken recebeu da mãe uma lembrancinha da China, que é justamente esse brinquedo. Ele gostou tanto que resolveu comprar os direitos por US$ 100 mil. A partir disso, começou a comercializar nos Estados Unidos e isso teve o seu grande sucesso.

Até mesmo porque o brinquedo saiu no The Washington Post e foi vendido em mais de 240 milhões de unidades. Acredita nisso?

6 - Velcro (US$ 100 milhões)

A gente vai deixar aqui a ideia de US$ 100 milhões, mas saiba que isso é totalmente estimado. Afinal, US$ 100 milhões é o valor de venda de velcros em cada ano, está bem?

Essas são as 10 invenções mais caras do mundo
Foto: (reprodução/internet)

A ideia vem de George de Mestral, que analisou sementes de bardana no microscópio e ficou surpreso com a capacidade delas de aderir-se em várias situações. O resultado você já sabe, né.

5 - Snuggie (US$ 200 milhões)

Esse é o tipo de história que você não vai acreditar. É do tipo: “como eu não pensei nisso antes”. O conceito do snuggie é bem simples: um cobertor com mangas. Ou seja, é um tipo de blusa. Mas, não é blusa, é cobertor, está bem?

Essas são as 10 invenções mais caras do mundo
Foto: (reprodução/internet)

Scott Boilen pensou nisso e lançou a sua ideia no mercado. Em 12 meses, ele conseguiu fazer a venda de 20 milhões de unidades, acredita?

4 - Slinky (US$ 250 milhões)

Richard James foi quem fez dinheiro com outro brinquedo que marcou gerações. O lucro estimado dele foi de ¼ de um US$ 1 bilhão. Assim, o engenheiro fez a sua obra a partir de um acidente, acredita? E a gente explica isso agora mesmo.

Essas são as 10 invenções mais caras do mundo
Foto: (reprodução/internet)

Ele estava trabalhando quando deixou a mola de alta tensão cair no chão. O resultado foi que em 1945 ele lançou o brinquedo no mercado norte-americano. E as 400 primeiras unidades que foram disponibilidades foram vendidas em apenas 90 minutos.

3 - iFart App (US$ 400 milhões)

Agora, nós temos um aplicativo de celular. E claro que apps sempre estão na lista das ideias mais simples com maior lucro. Mas, nesse é um caso muito particular porque a ideia é simples mesmo e rendeu muito dinheiro mesmo.

Essas são as 10 invenções mais caras do mundo
Foto: (reprodução/internet)

Joel Comm é o nome por trás da ideia. Ele fez uma pp que reproduzia sons e barulhos irritantes a partir do celular. O programa foi vendido por US$ 0,99 e chegou a ser baixado mais de 110 mil vezes nas duas primeiras semanas que esteve no mercado.

2 - Smile Faces Yellow (US$ 500 milhões)

Agora, você vai se surpreender de verdade. Jamais alguém imaginaria que Bernard e Murrey Spain fossem ganhar tanto dinheiro com os seus rostos amarelos. O lucro estimado é de US$ 500 milhões amigos. E isso se explica: hoje, ninguém imagina o mundo sem as smiles, né.

Essas são as 10 invenções mais caras do mundo
Foto: (reprodução/internet)

Esses sorrisinhos espalhados pelo mundo todo são chamado de emoticon e é o mais famoso do planeta. A criação veio em 1963 por Harvey Ball, que gastou algo como US$ 45 para presentear os clientes da sua empresa, na época, a State Mutual Life Insurance.

Depois, os irmãos Spain viram o potencial no símbolo e compraram os direitos legais. O emoticon passou a vir com a frase de “tenha um bom dia”. O auge foi em 1971.

1 - Beanie Babies (US$ 3 bilhões)

E se você achou que a ideia dos sorrisinhos que dão bom dia foi a mais valiosa, você está enganado. Considere que os Beanie Babies possuem um recorde nessa lista. Ao menos, é o que se acredita e H Ty Warner deve ter ganho acima de US$ 3 bilhões.

Essas são as 10 invenções mais caras do mundo
Foto: (reprodução/internet)

Qual foi a ideia simples e genial dele? Criar bichinhos de pelúcia fofinhos. Só que a grande sacada foi a de não colocar eles a venda nas grandes lojas. Isso aumentou a procura para obter os brinquedos. Logo, ele aumentou o preço da venda e ganhou ainda mais.

Outras ideias que renderam milhões

Também há outras ideias que renderam milhões de dólares, mesmo que ninguém saiba ao certo qual é esse valor. Por exemplo, você já ouviu falar da história de Alex Tew, que criou o site de US$ 1 milhão? É isso mesmo. Tudo aconteceu no ano de 2005.

Essas são as 10 invenções mais caras do mundo
Foto: (reprodução/internet)

Ele era um estudante que criou uma página na internet para que empresas anunciasse e ele arrecadasse dinheiro para seus objetivos. O valor era de um único dólar por anúncio. O mais engraçado é que a ideia dele viralizou e ele conseguiu 1 milhão de anunciantes.

Outra ideia lucrativa tem a ver com o post-it, também chamado de blocos de anotações autoadesivos. Ele nada mais é do que um pedaço de papel que pode ser colado na geladeira, em prateleiras, nas mesas. E serve como forma de anotar informações, obviamente.

As novas ideias que ainda vão render milhões

Por outro lado, a gente também encontrou na internet algumas ideias que podem vir a ser incríveis do ponto de vista financeiro. Tudo vai depender de a “ideia pegar”, sabe? Ou seja, estamos falando de invenções práticas, úteis e simples, mas que podem cair no gosto.

Essas são as 10 invenções mais caras do mundo
Foto: (reprodução/internet)

Os chinelos Led 5-Cool é um exemplo. Eles servem para quem tem medo do escuro a noite ao se levantar. Ao calçar, os sapatos acendem leds que iluminam o caminho da pessoa. Tem ainda a tesoura com guias, chamadas de ThinkGeek e servem como um laser para guiar o corte.

Tem ainda as luvas que traduzem a linguagem de sinais em falas. Elas são para grupos de estudantes. E tem até uma espécie de reforço de antena wi-fi para quem quer pegar o sinal melhor – o que seria de grande utilidade para muita gente, não acha?

Como patentear uma invenção

E de tanto falar de ideias simples que renderam muito dinheiro, pode ser que você tenha ficado interessado em saber o que deve fazer quando tiver uma boa ideia, certo? Afinal, você quer ter o seu nome por trás disso, evitando até mesmo cópias.

Considere que o primeiro passo é patentear a sua invenção. Isso nada mais é do que dar nome a criação e mostrar que você teve a ideia. Para isso, é preciso ter a certeza de que não há uma criação semelhante no mercado. E lembre-se que você terá que pagar algumas taxas para isso.

Versão em espanhol: Estas son las 10 invenciones más caras del mundo