Financiamento Total - Saiba como financiar casa pela Caixa Econômica

O financiamento total, geralmente, está ligado ao fato de conseguir financiar um imóvel ou um carro no valor completo dele. Ou seja, é quando o banco empresta o valor integral para a compra, sem que o consumidor precise dar qualquer valor de entrada.

ANÚNCIO

Atualmente, o Bradesco faz isso para a compra de veículos, permitindo a alguns clientes que financiem o automóvel sem precisar dar entradas. Porém, no caso da Caixa e de imóveis, será que dá para ter um financiamento total, de 100% do imóvel? Vamos descobrir abaixo. 

Foto: (reprodução/internet)

A compra financiada de um imóvel na Caixa

Quando avaliamos a questão financeira, parece não haver dúvidas de que comprar um imóvel à vista é mais recomendável. O motivo é claro: sem pagar juros, o cliente tem vantagens financeiras. Ou seja, gasta menos. É mais barato.

ANÚNCIO
Foto: (reprodução/internet)

Por outro lado, quem é que conhece ter R$ 100 mil ou mais na conta do dia para a noite? Essa é uma situação que não é comum de acontecer na vida do brasileiro. Por isso, os financiamentos de imóveis são vistos como alternativas para quem quer ter a casa própria. 

De outro lado, vem a Caixa, que é um banco muito tradicional e que tem respaldo no mercado para ser um dos maiores e mais confiáveis na opinião dos brasileiros. Só que vamos focar no texto: a Caixa financia 100% do imóvel ou não?

ANÚNCIO

As opções de financiamento de imóveis na Caixa

O primeiro ponto é que avaliamos quais são as opções de financiamento na Caixa. Afinal, pode ser que a regra do financiamento total não vale para todas elas e somente algumas. De todo modo, vamos falar, de maneira resumida, sobre essas quatro opções que existem na Caixa. 

Foto: (reprodução/internet)

Dá para financiar através do imóvel novo ou usado. Nesse caso, vale pensar em casas ou apartamentos. Depois, a Caixa também tem a opção de financiar a construção do imóvel, que é para quem tem um terreno e quer construir. E mesmo que não tem o terreno, dá para financiar essa compra também.

Por fim, ainda vem a habitação social, que é aqueles programas que incluem benefícios sociais as pessoas, como o antigo Minha Casa Minha Vida. E também tem o financiamento de imóveis comerciais, que pode ser viável para a compra de salas ou de galpões, por exemplo. 

As cotas de financiamento na Caixa

Agora, independente das opções de financiamento na Caixa, saiba que em nenhum caso desses você vai conseguir financiar 100% do imóvel. Isso porque, atualmente, esse tipo de crédito disponível na Caixa só chega a 90% do valor do imóvel. 

Foto: (reprodução/internet)

Mas, nem todo mundo consegue atingir essa máxima, sendo que o mais comum é que a cota varie de 70% até 80%. No entanto, ao fazer simulações online na Caixa, observamos que em alguns casos dá para conseguir 90% no caso da compra de um imóvel novo.

O comum, vale lembrar, é que o financiamento fique em 80% no caso de quem escolhe a tabela SAC e de até 70% para quem escolhe a tabela PRICE. Assim como o limite de valor máximo do imóvel, que não deve passar de R$ 1,5 milhão.

E a opção de imóveis na planta?

Se você andou pesquisando na internet, pode ter visto que a Caixa também tem uma opção de financiamento que se chama “imóveis na planta”. Alguns sites informam que a Caixa financia 100% do imóvel nesse caso. No entanto, não há de fato essa informação no banco. 

Foto: (reprodução/internet)

O que eles explicam é que os recursos para a construção do empreendimento serão liberados para a construtora sem que ela precise tomar o crédito no nome. Porém, garante que as opções e condições são informadas no contrato, sem dizer os valores e números. 

Você pode saber mais sobre essa opção no site da Caixa, na opção de Imóveis na Planta. Curiosamente, as próprias construtoras também financiam imóveis na planta, como vamos falar lá no último tópico desse texto. Leia até o fim. 

Outros bancos financiam 100% do imóvel

Agora, você também pode pensar na concorrência. Se a Caixa não financia o máximo de um imóvel pode ser que algum banco concorrente faça isso, certo? Na verdade, não. Nenhum outro banco no Brasil faz o financiamento total de imóveis hoje em dia.

Foto: (reprodução/internet)

A maioria deles, como Itaú, Bradesco, Santander e Banco do Brasil financiam até 80% e respeitando as mesmas regras da Caixa: com parcelas de até 30% da renda da família. 

Aliás, nem mesmo o antigo Minha Casa Minha Vida permitia esse tipo de benesse, já que também exigia uma pequena entrada para que o comprador tivesse o direito ao financiamento com taxas baixas de juros. Todos os bancos permitem simulações do financiamento online.

As regras gerais para financiar imóvel na Caixa

De um modo geral, saiba que existem algumas condições que são comuns de acontecerem na Caixa. É claro que podem haver variações conforme a análise de perfil e de crédito do cliente. Porém, de um grosso modo, estamos falando de condições como essas.

Foto: (reprodução/internet)

A Caixa só permite parcelas com valor máximo de 30% do salário da família. É comum que exija uma entrada de 20% no valor do imóvel. Permite várias aplicações de juros, como prefixados, com taxa referencial ou baseadas no IPCA.

Além disso, o valor máximo é de R$ 1,5 milhão para a compra financiada de imóveis e o prazo máximo de pagamento vai de 240 meses no PRICE até mesmo 360 meses no SAC. Aliás, um jeito bom de saber as suas condições é simulando o financiamento. Veja abaixo.

A simulação do financiamento de imóveis na Caixa

A Caixa Econômica Federal tem o Simulador Habitacional, que é uma página online e gratuita que permite, através de passos simples, a simulação de um financiamento de casas, apartamentos, terrenos, salas comerciais. 

Foto: (reprodução/internet)

O interessado só precisa informar os dados pessoais, os dados do imóvel, ver as opções de financiamentos que são aceitas e observar os resultados. Nessa simulação também dá para ficar sabendo sobre as taxas e todas as condições. 

Depois, se gostar das condições, o próximo passo é ir para a prática e separar a documentação necessária, já que o banco fará uma análise para aprovar ou não o pedido do cliente. Essa etapa de análise pode demorar alguns meses. 

Sobre as taxas de juros da Caixa

Atualmente, o Banco Central informa as taxas de todos os bancos e para todo tipo de crédito. Se considerarmos o financiamento imobiliário com taxas de mercado, a gente vê que a taxa da Caixa fica em 1,07% ao mês no pré-fixado. Isso dá 13,56% ao ano.

Foto: (reprodução/internet)

Já quando observamos o financiamento com taxas reguladas, o valor é de 0,75% no mês e 9,41% no ano. E no pós-fixado, considerando a referência com o IPCA, a taxa da Caixa é de 0,89% ao mês e 11,24% ao ano, bem acima dos concorrentes, Banco Bari, por exemplo.

Agora, por fim, avaliando uma lista completa de taxas de financiamentos imobiliários com taxas reguladas no pós-fixado e com referência à TR, vemos que a Caixa cobra 053% ao mês e 6,49% ao ano, o que é um bom resultado frente aos concorrentes. 

Como saber mais sobre o financiamento de imóveis na Caixa

Se você se interessou pelo produto da Caixa, mesmo que ela não financie 100% do imóvel, saiba que há vários canais de comunicação que podem ser usados para tirar dúvidas ou saber mais informações sobre esse tipo de crédito.

Foto: (reprodução/internet)

No site, a Caixa traz todo tipo de financiamento que pode ser feito e ainda explica sobre condições e taxas. Depois, vem os canais de atendimento mais tradicionais, como é o caso do telefone (4004-0104). E ainda dá para contar com o aplicativo gratuito de celular. 

O Aplicativo Caixa Habitação é ideal para quem já tem um contrato com o banco ou para quem quer saber mais. Dá até para simular o financiamento por ele, além de enviar solicitações e fazer cadastro ou alterar a data de vencimento, etc. 

As informações da Caixa

Você já conhece praticamente tudo sobre o financiamento da Caixa. Sabe também sobre as taxas de juros cobradas nesse tipo de serviço. E tem dados sobre como obter mais informações ou solicitar um contrato. De todo modo, vamos deixar as informações jurídicas dela.

Foto: (reprodução/internet)

A matriz da Caixa fica inscrita no número de CNPJ 00.360.305/0001-04, sendo que a abertura é datada em 1971. O banco é uma empresa pública, que fica no setor bancário sul, na quadra 04, número 34, no bloco A da Asa Sul em Brasília (DF).

Atualmente, o quadro societário é formado por vários diretores e administradores, sendo que o presidente atual é o Pedro Duarte Guimarães.

A alternativa das construtoras

Agora, para terminar de vez o texto, saiba que os bancos não financiam 100% do imóvel, algumas construtoras costumam fazer isso. Porém, aqui há alguns riscos envolvidos e, por isso mesmo, é uma prática não muito recomendada no mercado imobiliário.

Algumas construtoras, quando possuem imóveis na planta, permitem que a pessoa interessada financie o valor total do imóvel. Só que nesse caso, não há a intervenção do banco e o consumidor acaba perdendo algumas garantias. Logo, é uma alternativa, mas não indicada.