Veja 10 grandes empresas de tecnologia que faliram nos últimos anos

Já ouviu falar que uma boa parte das novas empresas entram em falência antes mesmo de completar um ano de vida? Pois é. Agora, considere que nos últimos meses a gente viu no noticiário que empresas grandes, de vários anos, seguiram o mesmo caminho.

ANÚNCIO

Os motivos são variados, mas sempre acabam sendo impulsionando pelas crises, como a pandemia que estamos vivendo agora. Você vai ver abaixo alguns desses casos que impressionaram muita gente. E acaba sendo um alerto para novos empreendedores também.

Veja 10 grandes empresas de tecnologia que faliram nos últimos anos
Foto: (reprodução/internet)

As 10 grandes empresas de tecnologia que faliram

Aqui, o que temos são exemplos de grandes empresas do setor da tecnologia. Mas, que representam outros setores também.

ANÚNCIO
Veja 10 grandes empresas de tecnologia que faliram nos últimos anos
Foto: (reprodução/internet)

A ideia é mostrar que mesmo quem está nesse setor se não tiver interesse em se modernizar e acompanhar as tendências pode ficar para trás. E em muitos casos, esse ficar para trás significa sim a falência ou os pedidos de recuperação judicial.

No fim, ainda teremos um tópico final citando empresas que tiveram problemas durante os últimos meses, da pandemia. Por isso, leia até o fim.

ANÚNCIO

10 - Kodak

A gente vai começar pela Kodak porque muita gente já imaginava que em pouco tempo ela entraria em falência. O motivo é um só: foi uma das poucas empresas de tecnologia que não acompanhou as novas tecnologias e o mercado. E isso aconteceu de forma infeliz.

Veja 10 grandes empresas de tecnologia que faliram nos últimos anos
Foto: (reprodução/internet)

Para quem não se lembra dessa história, a Kodak chegou a ser dona de 80% das vendas de câmeras e de 90% dos filmes fotográficos na década de 1970. E foi ela quem “inventou” a câmera digital algum tempo depois.

A falência veio em 2012, ainda que a marca resista até hoje, com a tentativa de se manter no mercado. E não dá para negar que hoje em dia os celulares tomaram conta desse mercado de fotos. Por isso, o mesmo caminho está seguindo outras empresas, como a Go Pro.

9 - Atari

A Atari foi praticamente engolida pelos concorrentes. Estamos falando de uma marca que vem lá do Vale do Silício. A companhia foi uma das responsáveis por aquecer o mercado de videogames no mundo, especialmente após a década de 1980.

Veja 10 grandes empresas de tecnologia que faliram nos últimos anos
Foto: (reprodução/internet)

No entanto, de fato curioso, acabou “enterrando” muitas fitas que não foram vendidas para assumir o prejuízo. Com a recuperação do mercado, outras empresas tomaram a liderança, como a grande Nintendo. 

A Atari até que resistiu, porém, sempre sem sucesso. Faliu, voltou, faliu, voltou e a atual fase da empresa é uma venda, que foi em 2008, para manter a marca viva. Porém, sem bons resultados como nos anos iniciais da sua vida.

8 - Blackberry

Aqui, o assunto começa a ficar ainda mais interessante. O motivo é que temos uma marca de celulares e eles são inovadoras até hoje. Então, por que a Blackberry não vingou? É isso que você vai descobrir nas próximas linhas.

Veja 10 grandes empresas de tecnologia que faliram nos últimos anos
Foto: (reprodução/internet)

Para quem não se lembra, a história inicial dela foi muito bonita, sendo contada como a “inventora” do smartphone no começo dos anos de 2000. Durante esses anos, a marca chegou a ter 50% do mercado de celulares dos Estados Unidos.

Mas, foi nesse mesmo ano, em 2007, que ele começou a despencar. Para quem não se lembra, aqui vem outro evento que marca essa infeliz história: o iPhone, o primeiro iPhone, foi lançado em 2007. Ele trouxe tecnologias que foram ignoradas pelo Blackberry, o que foi um erro.

7 - Palm

A Palm foi fundada 1992 e teve um valor de mercado que chegou a US$ 53,3 bilhões no ano de 2000. Mas, 11 anos depois declarou falência. Vamos tentar entender um pouco de como isso aconteceu. A empresa chegou em 2010 com ótimos projetos.

Veja 10 grandes empresas de tecnologia que faliram nos últimos anos
Foto: (reprodução/internet)

Ela tinha um hardware próximo a smartphones e software que permita rodar aplicações. Assim, havia uma grande expectativa de que ela estivesse entre as empresas líderes da tecnologia no mundo. No entanto, não foi isso o que aconteceu.

Assim sendo, sem sucesso, ela foi vendida para a HP em 2010. E como resultado, descontinuou o hardware e criou um novo software próprio, sem sucesso também.

6 - Compaq

A Compaq é uma das mais antigas que temos aqui. Ela é de 1982, sendo que teve um valor de mercado de US$ 40 bilhões no ano de 2000. Só que em 2013 também declarou falência.

Veja 10 grandes empresas de tecnologia que faliram nos últimos anos
Foto: (reprodução/internet)

Para quem não se lembra, nós vamos recordar: a empresa foi uma das principais vendedoras de computadores pessoais nos Estados Unidos. Ela perdeu números em 2002, quando a HP a adquiriu. Mais tarde, em 2013, não resistiu.

A marca deixou de existir porque deu prioridade aos equipamentos produzidos pela Hewlett Packard. O resultado é que hoje em dia a Compaq faz parte da história das tecnologias, mas somente no passado. 

5 – BenQ

É uma empresa de Taiwan, que tem o nome de BenQ. E se juntou a Siemens AG, da Alemanha. Isso tudo foi em 2005. O resultado? Ela foi considerada a 6ª maior fabricante de celulares do mundo inteiro. E em 1 único ano, ela lançou mais de 30 modelos de celulares.

Veja 10 grandes empresas de tecnologia que faliram nos últimos anos
Foto: (reprodução/internet)

Mas, 3 anos depois, decretou falência. Isso foi na Alemanha e gerou um debate ético no país porque dizia que a união das empresas tinha a ver apenas com a tomada de posse das patentes.

Vale lembrar, porém, que mesmo valida, a empresa estampou 5 modelos de celulares no ano seguinte, sendo fabricados pela BenQ, que se separou da Siemens. O fim marcou o fim da fabricação de celulares e do setor e telefonia. A BenQ fabricou celulares até 2013.

4 - Blockbuster

A gente não poderia deixar de falar desse caso, não é mesmo? Se você nasceu próximo a década de 1980 vai saber muito bem do que estamos falando. Isso porque deve ter passado em alguma locadora para alugar filmes, certo?

Veja 10 grandes empresas de tecnologia que faliram nos últimos anos
Foto: (reprodução/internet)

A Blockbuster é uma companhia que “morreu” rapidamente. O motivo é simples: as pessoas deixaram de alugar DVDs para ver os filmes e as séries em novos formatos, através do serviço de streaming, tal qual temos a Netflix e a Amazon Prime Video.

E para piorar, em 2000, a Netflix quis comprar a marca, mas eles não aceitaram. Logo, saiu no prejuízo. E que prejuízo, né amigos. A empresa declarou falência em 2013, sendo que já vinha patinando ano a no. Atualmente, só uma única loja no mundo, que fica em Bent, no Oregon.

3 - Yahoo!

Esse é outro dos casos mais curiosos que tem porque estamos falando da Yahoo, que era um portal da internet muito famoso em 2005 e que chegou a valer US$ 125 bilhões. Mas, em menos de uma década chegou ao fim.

Veja 10 grandes empresas de tecnologia que faliram nos últimos anos
Foto: (reprodução/internet)

Isso aconteceu porque foi vendido para a Verizon, por apenas US$ 4,8 bilhões, algo bem menos do que o esperado ou estimado. Uma fração foi oferecida pela Microsoft, em 2008, quando a crise já havia sido instaurada.

Recentemente, a Verizon vendeu a sua parte, com Yahoo e AOL, por US$ 5 bilhões. E hoje essa parte fica com a Apollo Global Management. O que explica essa situação nada mais é do que erraram no posicionamento da marca, sem investir fortemente na inovação, como o Google. 

2 - My Space

Aqui temos outro fato curioso e bem voltado para a internet. Ou seja, não é como a história da Kodak ou da Blackberry, mas é próxima a história do Yahoo. O My Space foi a primeira rede social dos Estados Unidos, que teve o fim rápido como do Orkut.

Veja 10 grandes empresas de tecnologia que faliram nos últimos anos
Foto: (reprodução/internet)

Isso porque ainda que fosse uma ideia inovadora, a rede social estagnou e não continuou inovando. Assim, quando o Facebook surgiu, com uma proposta muito mais dinâmica, ele tomou todo o espaço da internet, deixando o My Space para trás. 

A marca foi vendida para um grupo maior depois e sumiu. Já o Face, como conhecemos hoje, vale mais de US$ 800 bilhões, sendo uma das empresas mais promissoras do mundo. Aliás, a Path é outra rede social, de 2010, que tentou concorrer com o Facebook, mas sem sucesso.

1 - Itautec

A Itautec foi uma empresa 100% nacional que se especializou em equipamentos de TI, automação comercial e bancária. Ou seja, é algo com ótimos olhos para o futuro, certo? No entanto, a companha, que tinha 5 subsidiárias, não foi para frente.

Veja 10 grandes empresas de tecnologia que faliram nos últimos anos
Foto: (reprodução/internet)

Chegou a ganhar prêmios e ser considerada a melhor fornecedora de soluções de tecnologia no setor financeiro em toda América Latina. Mas, em 2013, veio a bomba: a empresa encerrou as atividades e vendeu a sua parte maior para a Oki.

Já a unidade de computação, da marca Infoway, foi desativada.

As empresas que declaram falência na pandemia do Covid-19

Por fim, a gente vai mencionar aqui algumas empresas que podem não mais voltar a existir também. No entanto, como estamos falando sobre pedidos de recuperação judicial recentes pode ser que elas retomem suas atividades após a volta das atividades no mundo todo.

Entre elas, a gente destaca aqui as companhias de aviação Latam, Avianca e Aeromexico. Também dá para falar do Cirque du Soleil, da Hertz, da J. Crew e da J.C. Penny.