As 17 obras de arte mais caras do mundo

Você é um amante de obras de artes? Ou apenas um curioso para saber qual é a obra de arte mais cara de todas? Independente do seu motivo para estar aqui, saiba que esse texto vai ser bem interessante e, com certeza, vai impressionar você devido aos valores milionários.

ANÚNCIO

Optamos por citar uma ordem de valores. Ou seja, das mais baratas para as obras de arte mais caras do mundo. No entanto, como são informações que não são fáceis de serem encontradas na internet pode ser que existam variações, o que é comum de acontecer.

Foto: (reprodução/internet)

17 - Rapaz com cachimbo (Pablo Picasso)

É uma pintura a óleo de Picasso que também tem o seu valor. A pintura aconteceu em 1905 e marca a transição do período azul para o período rosa de um dos pintores mais famosos do mundo.

ANÚNCIO
Foto: (reprodução/internet)

O quadro foi leiloado em 2004, em Nova Iorque, pelo valor de US$ 104,2 milhões. 

16 - Acidente com carro prata (Andy Warhol)

Talvez você nem pudesse imaginar que Warhol estaria aqui, mas ele está, viu. O artista americano do modernismo fez a sua obra em 1963 e mostra avarias imagens de um acidente de carro. 

ANÚNCIO
Foto: (reprodução/internet)

O leilão aconteceu em 2013 com o preço de US$ 105,4 milhões.

15 - Nu com folhas verdes e busto (Pablo Picasso)

Picasso você sabe quem é, certo? O que talvez não saiba é que em um único dia, no ano de 1932, ele retratou a sua amante da época. Ou seja, temos aqui o que é chamado de salário-hora milionário, amigos.

Foto: (reprodução/internet)

A obra, em 2010, foi para um colecionador não divulgado, que comprou a tela pelo telefone, pelo valor de US$ 106,5 milhões. No ano de 2011, a obra foi emprestada para a galeria Tate, em Londres

14 - Obra sem título (Jean-Michel Basquiat)

Ninguém sabe qual é o nome dessa tela. Porém, o que se sabe é que ela foi pintada em 1982. O autor é conhecido, apesar de não ter dado nome à sua obra prima.

Foto: (reprodução/internet)

É sobre uma face em forma de crânio. Basquiat morreu em 1988 aos 27 anos devido a uma overdose de drogas. A obra foi vendida em 2017 por US$ 110,5 milhões. 

13 - Meules (Claude Monet)

Em um ano mais recente, sendo 2019, a pintura Meules do francês Monet foi vendida por US$ 110,7 milhões em um leilão que aconteceu em Nova Iorque. Esse foi um recorde para o artista do impressionismo.

Foto: (reprodução/internet)

A obra foi pintada em 1890 na casa do artista, que morava em Giverny, na região da Normandia. É uma das obras que marcam a história do impressionismo no mundo. 

12 - O Grito (Edvard Munch)

Esse quadro é muito conhecido mesmo. E também tem fama por ser caro. Vamos lá. Em maio de 2012, a versão em pastel da obra, que foi feita por Munch no ano de 1985 foi leiloada. O valor da época foi de US$ 119,9 milhões. 

Foto: (reprodução/internet)

Agora, o que pouca gente sabe é que há quatro versões dessa obra-prima. Assim, ao lado de Mona Lisa, de Leonardo Da Vinci, e de Girassóis, de Van Gogh, é um dos quadros mais conhecidos do mundo. O comprador atual foi o americano Leon Black. 

11 - Otahi (Paul Gauguin)

A obra é de 1893 e o ano da venda foi em 2013. O preço milionário é de US$ 120 milhões e a negociação foi privada – e não em leilão.

Foto: (reprodução/internet)

A pintura de Gauguin faz parte de um grupo de trabalhos que representa mulheres taitianas. Assim, dá para identificar o estilo próprio do autor. 

Apesar de ter comprado por muito dinheiro, o comprador Dmitry Rybolovlev acabou vendendo mais tarde, em 2017, por apenas US$ 50 milhões. 

10 - Adele Bloch Bauer (Gustav Klimt)

Gustav é um austríaco que pintou a obra em 1097. Ele ficou sendo chamado, o quadro, de Adele Dourada. No ano de 2006, Ronald Lauder, um empresário americano, comprou a obra por US$ 135 milhões para uma galeria de Nova Iorque, onde está até hoje.

Foto: (reprodução/internet)

Essa foi uma venda particular totalmente organizada pela casa de leilões Christie’s.

Aliás, saiba que Gustav tem uma sequência da tela. Como a que se chama Retrato de Adele Bloch-Bauer II, que também teve uma venda milionária em 2016, por US$ 150 milhões

9 - Número 5 (Jackson Pollock)

O quadro Número 5 foi feito em 1948 por Pollock. A venda privada aconteceu em 2006 pelo valor de US$ 140 milhões. Pollock é conhecido por usar o gotejamento, que representa o caos do artista.

Foto: (reprodução/internet)

Ele foi um dos mais reconhecidos em seu tempo e a obra foi vendida para Alfonso A. Ossorio, sendo que logo após a pintura, o artista precisou fazer reparos e esses reparos foram vistos com boa fé pelo atual comprador.

8 - Homem apontando (Alberto Giacometti)

Giacometti é outro modernista que merece estar na lista pela arte. E pelo valor das suas obras também. Isso porque o artista suíço quebrou o próprio recorde no leilão de maio de 2015 em Nova Iorque. 

Foto: (reprodução/internet)

Isso aconteceu com a escultura Homem Apontando, que alcançou a marca de US$ 141,3 milhões.

7 - Três estudos de Lucian Freud (Francis Bacon)

Aqui podemos começar com uma curiosidade. Esse foi o quadro mais caro que já foi leiloado. Mas, isso aconteceu até 2015, quando ele perdeu o posto.

Foto: (reprodução/internet)

No ano de 2013, há relatos de que ele tenha sido arrematado por US$ 142,4 milhões. O colecionador comprou o conjunto todo, com os 3 quadros. Atualmente, ele é da colecionadora Elaine Wynn.

6 - Nu Deitado (Amadeo Modigliani)

É um quadro pintado em 1917 por Amadeo, outro famoso das artes. Curiosamente, ele pintou a obra apenas 3 anos antes de morrer.

Foto: (reprodução/internet)

Em novembro de 2015, a tela foi para leilão e o arremate foi feito na Christie’s por US$ 170,4 milhões. E, diferente de outros casos, o novo proprietário foi anunciado: Liu Yiqian, que é um bilionário de Xangai, na China. 

Curiosamente, o autor também fez uma continuação, com a obra “Nu Deitado – do lado esquerdo”. Ela também foi arrematada por preços altos. Em 2018, por exemplo, foi vendida por US$ 157 milhões em um leilão. 

5 - As mulheres de Argel (Pablo Picasso)

Aqui temos um quadro de Pablo Picasso, um desenhista e pintor muito famoso no mundo todo. O quadro dele foi leiloado em maio de 2015 pelo valor de US$ 179 milhões. 

Foto: (reprodução/internet)

O dono comprou na Christie’s, sediada em Nova Iorque. E com a obra vendida por um preço tão alto, o autor Picasso ficou sendo um dos mais valiosos, já que tem vários quadros que aparecem na lista de mais caros do mundo.

4 - Os Jogadores de Cartas (Paul Cézanne)

Agora vem uma tela de Cézanne, que foi criada entre 1890 e 1895. Ela foi comprada pela família real do Catar em 2012 por US$ 250 milhões. 

Foto: (reprodução/internet)

O quadro faz parte de uma série de pinturas que está hoje, em sua maior parte, em museus americanos. 

3 - Interchange (Willem de Kooning)

Kooning não é dos artistas mais famosos, é verdade. Porém, a sua obra abstrata, que retrata um movimento expressionista, criada em 1955, tem um valor bem alto. 

Foto: (reprodução/internet)

O quadro foi comprado em 2016 em uma venda privada pelo bilionário americano Ken Griffin por US$ 300 milhões. 

Aliás, Kooning também tem outras obras que valem muito, como Mulher III, que foi feita em 1953 e vendida em 2006 por mais de US$ 137 milhões. 

2 - Quanto te Casarás (Paul Gauguin)

Empatado com a obra citada acima, de Kooning, temos essa de Gauguin, que foi feita em 1892 pelo francês. A compra aconteceu em 2014 pelo valor de US$ 300 milhões também.

Foto: (reprodução/internet)

O comprador é do Catar e optou por manter a identidade em sigilo.

1 - Salvator Mundi (Leonardo Da Vinci)

É uma obra de arte que retrata Jesus Cristo. E isso já tem o seu valor intrínseco. Depois, saiba que foi pintada por ninguém menos do que Leonardo Da Vinci, o que aumenta o valor. Agora, tem mais coisas nessa história, amigo.

Foto: (reprodução/internet)

É Cristo dando uma benção com a mão direita erguida e os dedos cruzados enquanto segura uma esfera de cristal na mão esquerda. Você já viu essa obra antes? Não é tão conhecida assim, mas tem se tornado famosa. 

Ela foi pintada em 1500 e foi leiloada por US$ 450,3 milhões para a Christie’s. 

As compras em leilão

Uma curiosidade final que queremos trazer aqui é sobre as compras em leilões. Isso porque essa tem sido a melhor opção para os bilionários que querem adquirir obras de arte para seus aposentos, suas mansões e para expor até mesmo em galerias. 

Foto: (reprodução/internet)

Afinal, o leilão acontece de forma regular e com segurança, diferente de uma venda particular, que precisaria envolver seguros e seguranças particulares. 

Os leilões de arte

Os chamados leilões de arte, como em filmes, reúnem gente de todo lugar do mundo. Quando o item não é vendido, ele volta para o dono inicial. Mas, quando são vendidos, os itens vão para os novos donos e o valor vai para o vendedor, tirando a comissão da casa de leilão.

Para quem quer comprar nesses lugares, saiba que atualmente o jeito mais simples é através do virtual. Ou seja, diferente dos filmes, as vendas são muito mais comuns de acontecerem por internet ou telefone do que presencialmente. Há ainda as pré-vendas.