Aplicativo Meu INSS: 90 serviços feitos pelo celular ou pelo telefone

O INSS (Instituto Nacional do Seguro Social) é um órgão muito importante para o Brasil. O órgão é responsável pelo pagamento dos principais benefícios trabalhistas dos brasileiros. Na lista entram: auxílio doença, auxílio maternidade, aposentadoria, pensões entre outros.

ANÚNCIO

Uma das mais constantes reclamações das pessoas é a demora para obter respostas. As filas do INSS são sempre motivo de dor de cabeça para muita gente que precisa falar com o Instituto para solucionar ou encaminhar seus pedidos.

Sabendo disso, o INSS criou um aplicativo que funciona e tem gradativamente adicionado seus serviços na ferramenta. O app Meu INSS tem o objetivo de facilitar o acesso à diversas funções do órgão que agora podem com internet ou então pelo telefone.

ANÚNCIO
Fonte: (Reprodução/Internet)

Fique atento nesse artigo e conheça o aplicativo do INSS, saiba onde baixar e como utilizá-lo.

INSS moderniza operação feitas pelo telefone e pela internet

A notícia que mais chamou a atenção do órgão, em plena discussão sobre a reforma da previdência, foi a do atendimento mais rápido. O INSS afirma que a partir do próximo dia 10 de julho as pessoas poderão ter acesso à serviços pelo telefone ou aplicativo.

ANÚNCIO

Assim sendo, para tratar de questões do Instituto pelo telefone, basta telefonar para o número de ligação gratuita, o número 135. Já no caso de acesso aos serviços pelo smartphone com o uso da internet, basta conferir abaixo mais sobre o aplicativo Meu INSS.

Há alguns meses, o INSS lançou o serviço de revisão e cópia de processos pelo app. Depois, outros 23 serviços de manutenção seguido de 19 operações. A partir daí, com os possíveis pedidos online de aposentadoria e pensão, o INSS entrou de vez na era digital.

INSS disponibiliza 90 serviços pelo aplicativo

Ao todo, o INSS possui 96 serviços que são prestados à população. De todos eles, 90 vão poder ser resolvidos pelos canais de comunicação: telefone e internet. Isso favorece o órgão e as pessoas, que agora não precisão se deslocar até uma agência para alguns pedidos.

“A concessão automática de benefícios também é uma realidade no INSS. 80% dos pedidos de aposentadorias por tempo de contribuição são feitos pelo app. A resposta sai em 24 horas” afirma Renato Vieira, o atual presidente do órgão.

Assim sendo, o INSS espera que 670 mil atendimentos por mês sejam feitas pelo aplicativo ou pelo telefone – na modalidade à distância. Antes, eles eram feitos presencialmente em uma das agências do INSS.

Operações disponíveis apenas nas agências

Contudo, ainda existem serviços que devem ser feitos presencialmente como a perícia médica, pelo app ela pode apenas ser agenda. Além dela também a avaliação social, a carga de processos, a realização de prova de vida, a devolução de documentos e outros cumprimentos de exigências podem ser feitas apenas nas agências.

Vídeo com as funções do aplicativo Meu INSS

Como mencionado, o INSS está gradativamente adicionando suas operações para o meio digital em sua ferramenta, o aplicativo "Meu INSS". Atualmente, algumas das operações disponíveis para serem realizadas pelo app são:

  • Pedido de benefício ou serviço;

  • Solicitação de aposentadoria;

  • Extratos de pagamento de benefícios;

  • Extrato de contribuição no CNIS (Cadastro Nacional de Informações Sociais);

  • Solicitação de declaração de recebimento de benefício do INSS;

Para conferir como acessar a ferramenta e também conhecer outras opções de serviõs disponíveis na plataforma, acesse o vídeo abaixo e fique por dentro da utilização do serviço digital.

Leia também: Caixa lança cartão de crédito consignado para beneficiários do INSS.

Como baixar o aplicativo

O aplicativo do MEU INSS está disponível para celulares com sistema Android e iOS. Portanto, para fazer o download e saber mais sobre ele, a melhor alternativa é buscar o app oficial nas lojas de aplicativos do seu celular ou clicar diretamente nos links abaixo:

Depois o download no seu aparelho, será necessário criar um cadastro. Para isso, você precisará de informações pessoais como CPF, nome, também data de nascimento e responder a perguntas feitas pela ferramenta. No caso de dúvidas, acesse o site.