No Plano Safra 2019/2020 Banco do Brasil financia 20% a mais do que safra anterior

O Banco do Brasil informou que vai ser um dos principais financiadores de toda a agropecuária no país. Ao todo, esse que é um dos maiores bancos privados do país, vai destinar mais de R$ 103 bilhões para a área.

ANÚNCIO

O valor é 20% a mais do que o Banco financiou na safra anterior. Dessa forma, a divisão será feita entre a área rural e a agroindustrial. Portanto, serão R$ 91,5 bilhões para o crédito rural e outros 11,5 bilhões para o crédito agroindustrial.

Já na divisão por segmento são R$ 14,1 bilhões para agricultura familiar e R$ 77,4 bilhões para os demais. O BB ainda traz outras novidades como a possibilidade de contratação online dos créditos que vale para o seguro agrícola, as áreas financiadas e outros.

ANÚNCIO
Fonte: (Reprodução/Internet)

Plano Safra: BB oferta crédito e seguro para o setor pecuário

O Banco do Brasil vai disponibiliza o BB Seguro Pecuário Faturamento. Isso é para garantir que os agropecuaristas sejam indenizados quando o faturamento obtido com a venda do rebanho for menor do que o valor segurado na apólice.

O pagamento do seguro poderá ser feito em até 7 vezes sem o acréscimo de juros. No caso do Pronaf Custeio, por exemplo, os agricultores familiares vão poder usar o aplicativo do Banco do Brasil para renovar as operações.

ANÚNCIO

Dessa forma, o banco acredita que vai tornar mais simples a contratação do crédito para os seus clientes. Junto com o lançamento do Plano Safra, também foram inseridas algumas medidas que visam melhorar o acesso dos produtos ao crédito rural.

Programas e ofertas de crédito rural do BB

A ideia do financiamento é aumentar a oferta de crédito e, consequentemente, diminuir os custos financeiros que serão implantados através da medida provisória. Isso agora tem um nome: Cédula do Produto Rural (CPR), que será feita em dólar.

Também tem o Fundo de Aval Fraterno, o Patrimônio de Afetação e Equalização de Juros para Cerealistas.

Quanto aos investimentos, o Programa de Modernização da Agricultura e Conservação dos Recursos Naturais (Moderagro) é o mais conhecido. Ele visa o financiamento de erva-mate e também de cana-de-açúcar para a produção de cachaça.

Fonte: (Reprodução/Internet)

Outra mudança tem a ver com o aumento do limite de crédito para cada pessoa do Moderinfra, que é o Programa de Incentivo à Irrigação e à Produção em Ambiente Protegido.

Por último, para o Empreendedor Individual, o valor será agora de R$ 3,3 milhões para cada beneficiário. Já para empreendimentos coletivos, o valor pode chegar ao triplo, no valor de R$ 9,9 milhões.

Valores e taxas de juros das opções de crédito rural

O Plano Safra entrou em vigor na última segunda-feira (1) e o valor de benefícios será de R$ 225,9 bilhões. Do todo, R$ 169 bilhões vai para o crédito rural e R$ 53 bilhões são para investimentos.

Assim sendo, as taxas de juros foram mantidas para todos os níveis. Inclusive, nos produtos do Banco do Brasil, citados acima. O custeio, comercialização e industrialização terá taxa de 3% ao ano.

Os pequenos produtores do Pronaf terão taxa de 4,6% ao ano. Os médios produtores, do Pronamp terão taxas de 6% ao ano. Sendo que os demais produtores ficaram com taxas de 8% ao ano. Clique aqui para acessar as opções de crédito rural do Banco do Brasil.

Central de atendimento e sede

No caso de dúvidas, é possível entrar em contato pelos telefones abaixo.

  • Central de Relacionamento BB: 4004 0001 / 0800 729 0001;
  • SAC: 0800 729 0722;
  • Ouvidoria BB: 0800 729 5678.

A sede do Banco do Brasil fica em Brasília, Asa Norte, na SAUN, Quadra 5, Lote B.