Anúncio sobre FGTS e PIS/Pasep acontecerá nesta quarta-feira

Na última quinta-feira, 18, a liberação dos benefícios FGTS, PIS/Pasep havia sido prometida para toda a classe de trabalhadores pelo presidente Jair Bolsonaro. No entanto, parece que ainda vai demorar um pouco até realmente ser possível fazer o pagamento.

ANÚNCIO

Para dar uma justificativa, o ministro Onyx Lorenzoni (da Casa Civil) concedeu uma entrevista à imprensa. De acordo com o ministro, ainda é necessário debater alguns ajustes com o setor técnico no governo.

Com a expectativa da realização dos saques do Pasep nos próximos dias, o Banco do Brasil já está se preparando para auxiliar os servidores públicos nesta tarefa. O BB, que é o responsável pelo abono, desenvolveu um sistema para que correntistas de outros bancos recebam o pagamento com tranquilidade.

ANÚNCIO
Fonte: reprodução/internet

A liberação adiada

O principal alvo das autoridades administrativas é movimentar a economia do Brasil. Isto é, trazer a liberação dos benefícios, tanto das contas inativas como das ativas, isso auxiliará no desenvolvimento do mercado financeiro.

Para essa ação, é necessário levar em consideração algumas outras responsabilidades do governo. Cautelosamente, o ministro da economia Paulo Guedes solicitou que houvesse um adiamento nos saques para que os recursos da área de habitação fossem preservados.

ANÚNCIO

O ministro da cidadania, Onix Lorenzoni, em entrevista, afirmou o seguinte a respeito da situação:

“Os técnicos estão fazendo ajustes. Nós tomamos a decisão de que na semana próxima vai ser feita a apresentação da medida provisória que trata da questão do Fundo de Garantia e também do PIS/Pasep. Os dois serão apresentados conjuntamente, provavelmente quarta ou quinta da semana que vem, vai depender da agenda do presidente.”

Condições para saque do FGTS ativo e inativo

Para que seja realizado o saque das contas inativas, é provável que exista um ponto de corte. Além disso, o saque permitido aos trabalhadores deve ser proporcional aos valores contidos nas contas, com uma porcentagem máxima de 35%.

Para você conseguir saber qual será o valor disponível para o seu saque, aplique os seguintes percentuais prováveis, de acordo com a sua realidade:

  • Aqueles que tiverem R$ 5.000 disponível de saldo, conseguirá sacar com o percentual máximo.
  • Saldos de R$ 10.000 possibilita saques de 30% do valor.
  • A partir dos R$ 50.000 só será permitido sacar 10% do saldo total.
  • Os valores que ficam entre R$10.000 e R$50.000 ainda não tiveram o percentual definido, mas devem ser estabelecidos no anúncio desta tarde.
Fonte: reprodução/internet

Banco do Brasil facilita o pagamento do Pasep

Em torno de 1,6 milhão de servidores beneficiários do Pasep são correntistas de diferentes bancos. Pensando nessa grande quantidade de beneficiários, o banco do governo agilizou uma solução.

O Banco do Brasil comunicou que os pagamentos para clientes de outros bancos serão facilitados. Portanto, a transferência eletrônica disponível (TED), poderá ser feita sem cobranças de taxas.

Para ficar isento do valor cobrado para efetuar o TED, será necessário fazer a solicitação de uma transferência no valor do benefício. Essa solicitação poderá ser feita online, por meio do site do banco, ou através de um caixa eletrônico do BB.