Banco Pan realiza IPO na bolsa de valores

Em março deste ano, durante uma entrevista cedida ao jornal Valor Econômico, o presidente do banco Pan, Luiz Francisco Monteiro de Barros, falou sobre uma “revolução silenciosa” do banco.

ANÚNCIO

Agora, com a oferta na bolsa de valores, o silêncio parece ter sido quebrado. O banco Pan já é conhecido no mercado ainda antes, quando era chamado de Panamericano e pertencia ao grupo Silvio Santos.

Isso porque o banco Pan vai fazer o IPO, isto é, a Oferta Pública Inicial de Ações. Os motivos parecem claros: aumentar a liquidez dos seus papéis ao mesmo tempo em que se dá campo para a Caixa sair do controle.

ANÚNCIO
Fonte: (Reprodução/Internet)

Pan realiza IPO milionário

Atualmente, tanto a Caixa Econômica Federa como o banco BTG Pactual possuem porcentagens do capital total do banco Pan. No caso da Caixa, o valor é de 36,56%. A Caixa é acionista do banco desde 2009 e dois anos depois passou a ser controladora da unidade também.

Apesar de ser uma boa notícia para o mercado financeiro, o assunto não é novidade porque o banco Pan já está estudando o IPO há algum tempo. O banco tem melhorado os seus resultados ao longo do meses contudo, sem muito volume de negócios.

ANÚNCIO

Atualmente, o banco Pan possui 16,6% de todas as suas ações da bolsa de valores, sendo nível 1 de governança corporativa. O fato de ser nível 1 quer dizer que é preciso ter um free-float de 25%.

Logo, o banco Pan tem que se desdobrar para se enquadrar nesse requisito da B3, a Bolsa do Brasil. É aí que entra o IPO porque isso significa uma oferta de R$ 650 milhões com base em um fechamento de uma ação PN de R$ 6,75.

Ações do banco tem alta de mais de 200%

Neste ano, as ações do banco Pan subiram muito, principalmente em maio. Uma das influencias foram as casas que passaram a recomendar a compra do Pan. Em números, o acúmulo foi de 247%, um resultado incrível para 2019. 101% foi apenas nos últimos 30 dias.

O BTG chegou ao banco em 2011 quando comprou a fatia do Silvio Santos. Depois, os sócios viram os resultados negativos e injetaram R$ 3,5 bilhões. Já a Caixa entrou no Pan desde 2009 e garante que ainda não recuperou o valor pretendido com crise atravessada.

Economistas preveem compra de participação da Caixa

Os economistas estimam que o BTG Digital e o Pan vão atender a clientes complementares, focados em rendas menores. Assim, o BTG deve comprar a fatia de participação da Caixa.

Para quem estuda o banco Pan, o motivo da melhora está na digitalização que o banco fez. Mesmo porque a instituição quer ser um banco voltado para classes C, D e E focado na internet.

Entre os principais produtos do banco estão empréstimos consignados e financiamentos de veículos usados. Nos próximos meses, o banco Pan já tem na manga um novo lançamento digital: a conta digital, que deve atingir a meta de 1 milhão de correntistas em 12 meses.