Empréstimo Caixa: aprenda como aumentar as chances de conseguir o crédito

A Caixa Econômica Federal é um dos bancos mais tradicionais do país, sendo visto como um dos mais seguros e confiáveis também. No entanto, conseguir a aprovação de um pedido de crédito pessoal não é tarefa das mais simples. 

ANÚNCIO

Sendo assim, você já pensou em quais são os requisitos que podem interferir nessa não aprovação por parte do banco? A gente foi atrás dessa resposta e encontramos, ao menos, 5 motivos que podem fazer com que um cliente ou futuro cliente não seja aprovado no pedido de crédito

Assim, esses requisitos acabam valendo para praticamente todos os empréstimos que a Caixa disponibiliza no mercado, do cartão de crédito até mesmo o financiamento de imóveis, passando ainda pelo crédito pessoal, como é o caso do CDC (Crédito Direto ao Consumidor). 

ANÚNCIO

Como aumentar as chances de aprovação na Caixa

O que é importante saber para esse início de conversa é que nem sempre você vai conseguir “melhorar” todos esses pontos rapidamente, do dia para a noite. No entanto, o fato de você conhece-los pode fazer toda a diferença para entender a negativa do banco para o seu pedido.

Curiosamente, saiba que a Caixa é um dos bancos que mais possui opções de empréstimos pessoais, também. Sendo assim, dependendo da sua escolha, dá para pagar em até 60 meses, escolher o dia do pagamento da parcela e até conseguir definir as taxas de juros fixas. 

ANÚNCIO

1 – As restrições

Empréstimo Caixa: aprenda como aumentar as chances de conseguir o crédito
Foto: (reprodução/internet)

Para sermos os mais objetivos e práticos possíveis, saiba que a restrição é o famoso nome sujo. Só que nem sempre é preciso ter o nome sujo para não ser bem visto pela Caixa. Por exemplo, se você esqueceu de pagar uma conta e ela atrasou, você já pode ficar restrito ao crédito.

Nesse caso, se há uma solução imediata é: quite as suas contas atrasadas o mais rápido possível, levando em conta que até a empresa acertar as coisas e tirar o seu nome da inadimplência, isso pode levar alguns dias. 

Aqui ainda temos outras dicas para quem não tem certeza se tem restrições no nome: visite os sites dos órgãos de proteção ao crédito, que é são empresas que colocam o seu nome da lista de inadimplentes. Entre os mais conhecidos no Brasil, nós temos o SPC e o Serasa. 

Aliás, ainda falando das restrições, para fechar o tópico, saiba que aqui citamos uma conta atrasada. Porém, a ideia é a mesma para quem tem dívidas, sendo que quanto maior for a dívida, então, mais difícil será quitá-la para aumentar as chances de aprovação do crédito. 

Mas, as vezes é possível conseguir crédito na Caixa mesmo com o nome sujo. Entenda isso no fim do artigo.

2 – O comprometimento

Empréstimo Caixa: aprenda como aumentar as chances de conseguir o crédito
Foto: (reprodução/internet)

Nesse caso, não estamos de você ir até o gerente do banco e dizer que você se compromete com o pagamento das parcelas do empréstimo. Não é isso, amigo. O comprometimento financeiro que citamos aqui é sobre a sua vida financeira que o banco conhece.

Sim, o banco conhece mesmo. Então, ainda que não seja uma avaliação 100% exata, saiba que o banco pode fazer uma conta para saber se os seus gastos fixos não estão comprometendo demais o seu orçamento financeiro. Ou seja, ele pode ver se você já tem outros empréstimos.

Portanto, ainda que você não tenha contas atrasadas e nem dívidas, saiba que se você não tem “espaço” para pagar as parcelas do novo contrato de crédito, o banco não vai ter certeza sobre o seu comprometimento com esse novo compromisso. 

Inclusive, nesses gastos fixos que a gente citou entram principalmente os contratos financeiros, como de financiamentos, de consórcios, de cartão de crédito, de cheque especial. Então, quanto mais ocupado o seu orçamento está menor a chance de aprovação. 

3 – O rating

Empréstimo Caixa: aprenda como aumentar as chances de conseguir o crédito
Foto: (reprodução/internet)

No mercado financeiro fala-se muito em rating financeiro ou score financeiro. De fato, a Caixa sempre avalia isso, sendo imprescindível, para a aprovação de um pedido de empréstimo. O que quer dizer que o rating baixo é ruim, obviamente. 

Mas, hoje vamos falar de um rating especifico, chamado de rating Bacen. Ou seja, é o ranking que é “feito” pelo Banco Central. Isso porque ele coleta todos os seus registros financeiros, avaliando o seu histórico de bom ou mau pagador com base nas contas que você tem.

Então, nessa espécie de ranking, o banco consegue visualizar como você lida com as suas contas. Assim, quanto mais organizado você é maior a chance de se dar bem. E o que queremos dizer com ser organizado com as finanças?

Basicamente, nós estamos falando sobre pagar as contas em dia e dentro do prazo, melhorar os vínculos com os bancos (ter movimentações financeiras) e até mesmo evitar uma falta de regularidade no orçamento. Aliás, esse é assunto do próximo tópico. 

4 – O histórico

Empréstimo Caixa: aprenda como aumentar as chances de conseguir o crédito
Foto: (reprodução/internet)

Se você observar tudo o que falamos acima vai ver que são tópicos que se parecem muito, mas que são totalmente diferentes. Então, para contextualizar, a gente falou sobre ter contas atrasadas, ter espaço no orçamento para a parcela e ter boa pontuação financeira. 

Agora, apesar disso tudo, saiba que a Caixa também avalia o seu histórico de pagamentos e movimentações. Ou seja, de nada adianta você ir bem em todos os tópicos acima se você é uma “múmia” nas finanças. Ou seja, se não movimenta nada. 

Sendo assim, esse costuma ser um problema para pessoas mais jovens que estão entrando no mercado de trabalho agora e nem se quer tinham contas em bancos. Aliás, não que isso seja uma necessidade, mas pode deixar a Caixa “com a pulga atrás da orelha”.

Ou seja, ela pode desconfiar da sua capacidade de pagar a conta. Afinal, você nunca fez ou pouco fez isso nos meses anteriores. Então, não estamos falando para você usar mais o cartão de crédito. No entanto, é bacana sempre movimentar as contas, com pagamentos e compras. 

5 – O conres

Empréstimo Caixa: aprenda como aumentar as chances de conseguir o crédito
Foto: (reprodução/internet)

Esse nome é um pouco diferente. O tópico é um pouco diferente. Ainda assim, tem tudo a ver com como aumentar as chances de conseguir o crédito na Caixa. O conres é uma espécie de controle interno que os bancos fazem para simular as possíveis perdas. 

Então, a Caixa pode registrar toda operação e saber se vai haver perda financeira para ela ao fazer o seu contrato. Se ela julgar que sim, então, não vai aprovar o seu pedido. Afinal, ela não tem a obrigação de fazer isso, não é mesmo?

A ideia dela é ter um parâmetro para avaliar a concessão de crédito. É o mesmo mecanismo que é usado para aprovar uma abertura de conta, por exemplo. Mas, na prática, o que isso tudo quer dizer? A resposta é bastante prática.

Quer dizer que se você já teve algum problema com a Caixa no passado, isso pode ter interferência agora, no presente. Obviamente, o novo vínculo pode estar estarrecido. Mas, lembre-se que a sua aprovação não depende somente disso, ainda que tenha interferência. 

Sobre conseguir empréstimo na Caixa com o nome sujo

Obviamente, não é uma tarefa simples. Aliás, bem ao contrário é praticamente um dos trabalhos de Hércules. Só que em alguns casos, bastante restritos, dá para conseguir um empréstimo mesmo com o nome sujo na Caixa.

Vamos supor que você tenha todos os tópicos acima como positivos. No entanto, devido à pandemia você acabou deixando de pagar a última parcela do cartão de crédito. Mas, você negociou ela. Outra coisa é que você é um servidor público.

Considerando essas possibilidades, ainda que com o nome sujo, a Caixa pode aprovar o seu pedido. Só que para isso acontecer, necessariamente, você teria que optar pelo crédito pessoal consignado (que desconta direto da folha de pagamento) ou aquele com garantia. 

Essas opções acabam diminuindo muito a possibilidade de você não pagar as parcelas dos empréstimos. Por isso, costuma agradar mais os bancos. Mas, lembre-se sempre que os 5 pontos acima vão continuar sendo considerados nessa análise de crédito, ok?

Como fazer o pedido de avaliação de crédito na Caixa

Apesar de a tecnologia estar a todo vapor no mundo das finanças, para quem está em dúvida sobre a aprovação de um pedido de crédito, a recomendação é que esse pedido seja feito presencialmente em uma das agências bancárias. Isso pode dar mais segurança aos gerentes.

Então, considerando isso, o próximo passo é conhecer um pouco mais das opções de empréstimo que existem, como as duas que citamos acima (consignado e com garantia). Assim, é legal já levar até o banco os seus documentos pessoais e profissionais. 

Entre eles, nós temos: o CPF e o RG, o comprovante de residência, o comprovante de renda e outros para o caso de você ter dificuldade de comprovar renda, como o histórico bancário.

Outra coisa é saber que existem alguns requisitos que são obrigatórios. Por exemplo, somente quem tem mais de 18 anos pode solicitar o crédito na Caixa. E o nome sujo, ainda que possível, não deve estar no Cadin ou no Sinad. Por fim, sempre é preciso comprovar a capacidade de pagamento do empréstimo. 

Lembrando, por fim, que há uma tabela de tarifas da Caixa. Porém, a taxa de juros exata só é comentada durante a simulação que o interessado faz no banco. Recentemente, a Caixa informou que a taxa no crédito de salário é de 4,95% ao mês e no crédito pessoal de 2,29% ao mês.