Primo Rico tem dívida acumulada em 1,7 milhão e perde apartamento

Para aqueles que gostam de estar sempre informados e aprendendo sobre o mundo das finanças, o YouTube tem sido uma ótima opção. Entre esse público, um dos canais mais famosos é o do Primo Rico.

ANÚNCIO

O canal, criado e administrado por Thiago Nigro. Por lá, é possível encontrar dicas para as pessoas se aposentarem mais cedo e alcançarem a liberdade financeira. Porém, ontem começou a circular pelas redes uma notícia que deixou muita gente confusa.

Um imóvel do consultor financeiro irá a leilão no próximo mês devido a uma dívida acumulada. O valor total do débito já chegou nos 7 dígitos: 1 milhão e 700 mil. Número bastante considerável e que pode acarretar em algumas consequências para o empresário.

ANÚNCIO
Foto: (reprodução/internet)

O Primo Rico ficou mais pobre

Referência entre os canais de finanças no YouTube, a última notícia sobre Thiago Nigro pegou a todos de surpresa. O apartamento em questão que está prestes a ser leiloado possui 141 metros quadrados e está situado na cidade de São Paulo.

O que realmente deixou seus seguidores confusos são os números acumulados por Nigro na internet justamente com auxílios financeiros. Na conta do YouTube, o Primo Rico acumula 87 milhões de views.

ANÚNCIO

Além do largo alcance de visualizações, Nigro já possui 2,5 milhões de inscritos. em seu canal. Além do bom resultado na plataforma de vídeos, o Primo Rico também é muito popular no Instagram, com 2,2 milhões de seguidores.

No LinkedIn, suas publicações contendo as famosas dicas para melhorar as finanças também acumulam milhares de curtidas. O apartamento, bem localizado no bairro do Morumbi, está rendendo sete anos de uma processo na Justiça.

Porém, de acordo com Thiago, o imóvel está em seu nome, mas não pertence a ele. Em entrevista à Veja, o Primo Rico explicou a situação e confessou que teria sido um péssimo negócio, que deixou um aprendizado.

O início da novela

Tudo começou no início do ano de 2012. No mês de fevereiro, foi paga a décima nona parcela do financiamento do apartamento às equipes da securitizadora Gaia e da incorporadora Brookfield.

No entanto, não houve continuidade no pagamento das prestações seguintes. O valor das parcelas ficava em torno de R$ 4.500,00.Com a ausência do pagamento, o valor teve que passar pelo processo de aplicação de juros.

Então, diante de juros sobre juros, a dívida acabou chegando ao exorbitante valor final, de 1,7 milhão de reais. Além dos juros, existe o acúmulo de 116 cotas atrasadas O Primo Rico, que na época passava por uma situação financeira complicada, ainda tentou renegociar a dívida, entrando duas vezes na Justiça.

Quando conseguiu se reerguer na administração pessoal de seu dinheiro, optou por não pagar o débito, por considerar os juros abusivos.

Apartamento confiscado

Com a ausência de pagamento da dívida, em 2017 as empresas que ficaram no prejuízo ganharam o processo e desde então o imóvel está confiscado. Além da perda, Thiago Nigro ainda deve pagar os honorários dos advogados que representaram as empresas na causa.

Esse valor pendente é pouco superior a R$ 8.000,00. Para receber os tais honorários, o escritório de advogados iniciou um outro processo contra o youtuber. Novamente, Nigro perdeu a causa e tem quinze dias para realizar o pagamento, graças a um pedido de sua advogada.